sexta-feira, 20 de maio de 2011

Palavra: As qualificações (credenciais) de um chamado !

Os irmãos sabem que o nosso maior campo de batalha é a nossa mente. Satanás está a todo o momento querendo lançar pensamentos que irão tirar o nosso foco de Deus e de Seu propósito para nossas vidas.

A mente é uma das funções da alma. O nosso pensamento sempre comanda o nosso comportamento. Se nós pensarmos de forma errada, nós iremos agir de forma errada, se pensarmos de forma certa, nós iremos agir de forma certa, se pensarmos como Jesus, nós iremos agir como Jesus, se pensarmos como o mundo nós iremos agir como o mundo.O nosso pensamento comanda o nosso comportamento.

O maior problema no meio da igreja, é que existem muitos Cristãos com uma mentalidade escrava.
Alguém certa vez disse: Semeia-se um pensamento e colhe-se um ato, semeia-se um ato e colhe-se um hábito, semeia-se um hábito e colhe-se um caráter, semeia seu caráter e você colherá seu destino.

Todo comportamento deriva-se de um tipo de pensamento.

Existem 3 tipos de mentalidade dentro da igreja:

1º Mentalidade escrava:

A pessoa com essa mentalidade é aquela que nunca conquista nada. È aquela que tem uma visão negativa de si mesma. É aquela pessoa que para tudo existe um obstáculo, para tudo existe um problema que é quase  impossível de se resolver. É aquele tipo de pessoa a qual a sua mente está cativa aos princípios de satanás.
Esse tipo de mentalidade não prospera, não avança, não conquista. Nós não devemos ter essa mentalidade.

2º Mentalidade do vencedor:

A nossa alma foi criada, foi preparada para Reinar. Deus nos criou para Reinar. Então é natural do ser humano querer conquistar, querer ser alguém. É impossível a sua alma aceitar você ser um ninguém. Se você for um ninguém, você será uma pessoa depressiva.

Existem dois tipos de vencedores, aqueles que são vencedores aqui nessa terra, e aqueles que são vencedores no Reino de Deus.
Agora se você quiser conquistar algo, reinar sobre algo que esteja fora do Reino de Deus, você será uma pessoa soberba.

Mas essa é  mentalidade de vencedor aqui na terra. Essa mentalidade é melhor do que a mentalidade do escravo, mas não tem haver com o Reino de Deus.
Essa mentalidade de vencedor aqui na terra, ela nunca produz algo de relevante para a eternidade. Nós também não devemos ter essa mentalidade.

3º Mentalidade de Cristo:

Essa é a mentalidade que devemos ter. Essa é a mentalidade de vencedor aqui e agora e em toda a eternidade. Essa é uma mentalidade livre, totalmente livre. Jesus foi o maior vencedor aqui na terra. O mundo foi dividido antes e depois dEle. Ele não tinha riquezas deste mundo, contudo formou e está formando discípulos até hoje.

Agora presta atenção, tudo que nós construímos, tudo que nós reproduzimos é apenas uma expressão do que pensamos.

Se quisermos construir uma obra prevalecente, nós temos que ter a mentalidade de Cristo. Ninguém na bíblia, ou nos dias de hoje edificou uma obra prevalecente com uma mentalidade de escravo, ou uma mentalidade de vencedor apenas aqui nessa terra.

Todos aqueles que edificaram uma obra prevalecente, eles fizeram algo de relevante para a eternidade. Relevante nos Reinos do céus é qualquer coisa que afete a eternidade.

Sabe irmãos Deus tem urgência. Deus tem um chamado urgente em sua vida. E um chamado urgente, requer uma resposta urgente. E urgência implica em sacrifício.

Mateus  4:18-22 / 9:9

Não tem como Deus fazer a obra dele em sua vida e através da sua vida se você não se sacrificar.
Como você tem respondido ao chamado de Deus em sua vida? Avalie o que é de grande importância e de grande urgência em sua vida e dedique-se a isso. Eu quero te dizer que não a nada de grande urgência e de grande importância em sua vida que seja maior que o seu chamado.


O que você vai edificar para Deus?
 Você não contrata qualquer pessoa para construir sua casa. Deus também não chama qualquer pessoa para edificar a casa Dele.

Todos podem fazer parte no Reino de Deus, mas para exercer uma função no Reino de Deus é necessário ter algumas credenciais.

2 Corintios 12:12  Essas são as credenciais para ser apóstolo.

1 Timóteo 3:1-2  Essas são outras credenciais para ser um servo de Deus.

Para ser discipulador, obreiro, pastor é necessário ter credenciais, ter pré-requisitos.

Atos 6:2-3  Essas são as credenciais dos diáconos, daquele que serve.

Todo chamado requer credenciais.

Êxodo 3:1-15

Deus chamou Moisés para libertar o povo. Deus chamou Moisés com um propósito especifico, com um objetivo especifico que era o de libertar o povo do Egito.
Você foi chamado com um propósito, você foi chamado para fazer algo. Todo chamado tem um objetivo.

Moisés foi privilegiado. Deus não precisava de Moisés, mas Deus incluiu Moisés em seu propósito para o abençoar.
Deus nunca chama alguém para um propósito ao qual ele ira passar necessidade, desde o dia do chamado de Moisés até o dia de sua morte, Deus supriu todas as necessidades dele, inclusive durante quarenta anos no deserto.
Naquela época havia cerca de 3 milhões de israelitas, e Moisés foi chamado por Deus no meio de todo aquele povo, Moisés foi privilegiado, Deus o incluiu em um Propósito que afetaria toda um nação, libertando eles do Egito (mundo).

Mas porque Deus escolheu Moisés, o que ele tinha de diferente para Deus ter escolhido ele?

As credencias de um chamado

1º Moisés tinha uma mentalidade livre.

Êxodo 2:11-22

Quando Deus chamou Moisés, Deus o chamou, porque viu que ele não tinha uma mentalidade de escravo.

Os israelitas não queriam sair do Egito, eles queriam viver no Egito como pessoas livres.

Os irmãos sabem que o Egito simboliza o mundo. Aqueles israelitas queriam ser livres, mas serem livres no mundo. Não tem como ser livre em um lugar onde quem governa é faraó (diabo). Não tem como viver no mundo e ser livre, porque o mundo jaz do maligno (1 João 5:19).

Não tem como mudarmos a nossa mentalidade no Egito. No Egito a mentalidade que governa é a mentalidade de escravo.
O nosso propósito é sair do Egito e conquistar Canaã.

Existe algumas condições para você ser chamado, e a primeira delas é ter uma mentalidade livre.

Nós teremos um sério problema na igreja se tivermos pessoas com uma mentalidade de escravo, porque essas pessoas irão gerar outros com a mesma mentalidade, de escravo.

Josué nasceu no meio de um povo que tinha a mentalidade de escravo, mas por Josué andar com Moisés, ele mudou a mentalidade e ficou com uma mentalidade livre.

Se na célula o líder for alguém que tem a mentalidade de escravo, logo toda a célula terá a mesma mentalidade.

Aquilo que você olha e vê que está errado, eu quero te dizer que esse é  seu chamado, se Deus te mostrou que há algo de errado, é porque  Ele quer te usar para mudar isso. Se você tem enxergado pessoas com uma mentalidade de escravo, Deus quer te usar para você libertar esse povo dessa mentalidade.

Moisés significa tirado da águas e esse era o chamado de Moisés libertar o povo hebreu do Egito (mundo) através das águas. ( que simboliza o batismo).

Moisés já tinha tentado libertar o povo Hebreu da escravidão , mas só que na força do braço. Êxodo 2:11-12 Deus depois disso, chama Moisés para libertar o povo do Egito, mas só que não na força do braço. A palavra de Deus diz: Aquele que quer ser meu discípulo, negue-se a si mesmo, tome sua cruz e sigua-me.

Para Moisés libertar o povo do Egito, ele tinha que negar a si mesmo, e não querer libertar o povo na força do braço, mas tomar a cruz e ir na dependência de Deus.


Deus nunca te chama para fazer algo que você não possa fazer. Mas quando Ele te chama você ainda não sabe que você pode fazer.

Somente Moisés conseguiria libertar o povo da mentalidade de escravidão, porque somente ele tinha uma mentalidade livre. Um escravo nunca consegue libertar outro escravo. Só alguém livre pode libertar um escravo, alguém cuja a mentalidade está sucumbida aos paradigmas e padrões desse mundo.

A sua mentalidade precisa estar preparada para o seu chamado, porque se a sua mentalidade não estiver preparada você não cumprirá o seu chamado.

Deus mudou a mentalidade de Pedro, para que ele pudesse cumprir o chamado dele. Pedro era pescador de peixes, Jesus diz que ele seria pescador de homens. Então veja Jesus esta mudando a mentalidade de Pedro para que ele pudesse cumpri o chamado dele.

Amados, onde foi o pentecostes dos judeus? O pentecostes dos judeus foi no cenáculo. Mas e o pentecostes dos gentis, onde foi? Foi na casa de Cornélio. Então veja a mentalidade de Pedro com relação aos gentis precisou ser mudada, para que ele cumprisse o propósito dele.

Se você analisar a vida de Jesus, Ele era alguém que tinha uma mentalidade livre, e todas as vezes que Jesus curava aos sábados, os religiosos ficavam questionando Jesus.

Os fariseus, os religiosos sempre vão cair matando em cima daqueles que são livres, daqueles que tem uma mentalidade livre.

Nós precisamos quebrar muitos paradigmas em nossa forma de pensar. Paradigmas são aquelas barreiras que impedem o rio de Deus de fluir.

2º Moisés tinha senso de oportunidade.

Êxodo 3:2-6

O anjo do Senhor apareceu não numa forma visível, ele apareceu dentro de uma normalidade. Naquela época os arbustos pegavam fogo por causa do calor, mas Moisés tinha senso de oportunidade, naquele dia algo anormal estava acontecendo, porque o arbusto ardia em chamas, mas não estava se consumindo.

O anjo apareceu em algo normal de se acontecer. Algo acontece quando você consegue ver a anormalidade dentro da normalidade. Precisamos ver o anormal dentro do normal. A sarça pegava fogo, mas não se consumia.

Assim como Moisés tinha senso de oportunidade, nós também devemos ter, pois quem não tem senso de oportunidade nunca é chamado por Deus.

Deus esta sempre falando, sempre Ele está se movendo, somos nós que muitas vezes não enxergamos o mover de Deus. A sarça está pegando fogo. Se tivermos senso de oportunidade nós experimentaremos o mover de Deus.

Pedro, depois da morte de Jesus voltou a pescar, mas quando Jesus aparece na praia, Pedro não teve sensibilidade para reconhecer que era Jesus, quem reconheceu que era Jesus foi João. Pedro podia não ter sensibilidade para reconhecer Jesus, mais Ele tinha disposição em segui-lo, pois somente Pedro pulou do barco e foi até Jesus. Pedro não era igual João, João era sensível, já Pedro era o líder, e o líder sempre toma a frente, por isso ao saber que era Jesus ele pulou do barco e foi até Ele.

A bíblia diz que muitos são chamados, mas poucos escolhidos. Eu quero te dizer que os escolhidos são aqueles que tem senso de oportunidade.

3º Precisamos nos conhecer, precisamos ter identidade.

VS 11,12.

Moisés não se via como Deus o via.

O que falta nos cristãos de hoje chama-se identidade. Muitos param na vida cristã, muitos desistem, porque lhes falta identidade.

Muitos não conquistam, porque lhes falta identidade. Nunca devemos nos enxergar nem aquém e nem além da forma que Deus nos enxerga.

Devemos nos enxergar da forma como Deus nos enxerga, quando isso acontece, nós crescemos. Se você quer ser um vencedor, você deve enxergar da forma que Deus enxerga.

Quando você se vê menor ou maior da forma que Deus te vê, você está a caminho do fracasso, da derrota.

João 1:12

Nada pode parar um filho de Deus. A única coisa que pode te parar é você mesmo, se você não souber quem você é.
O papel do diabo é colocar em nós dúvidas de quem nós somos. Não podemos duvidar de quem nós somos.

O filho do Bill Gates não se preocupa qual carro ele ira comprar no ano, ele sabe quem é o pai dele e o que ele tem.

Você não irá ficar se preocupando com as coisas, quando você souber quem é o seu Pai e o que Ele tem.

O que você precisa é ter revelação da sua identidade em Cristo.

Nós precisamos ter revelação do poder que nós temos. Quando nós tivermos essa revelação nada, absolutamente nada irá poder nos parar.

Você precisa saber quem você é e o que você carrega.

Você carrega a glória de Deus dentro de você, você carrega o Reino de Deus dentro de você. Aonde você chega, o Reino de Deus também chega, e aonde o Reino de Deus chega, as obras de satanás são totalmente destruídas.

Você carrega uma carga de unção poderosa dentro de você, e o que vai fazer você fluir nessa unção e trazer uma explosão de avivamento é a revelação desse poder que você já tem.
Você jamais vai cumprir o propósito de Deus se você não souber quem é você e o que você carrega.

Quando Deus quer usar alguém e transformá-lo em um homem ou uma mulher de Deus, Ele começa pela a mentalidade.

Quando Deus estava formando em Gideão a identidade de um homem de Deus. Ele disse pelo menos três coisas a respeito de Gideão.

Homem valente =Nova criatura                                   
Vai na sua força =Você recebeu o Espírito Santo / Isso forma a identidade Eu estou contigo = Você carrega Deus

4º Ninguém cumpri o chamado de Deus sem conhecer a identidade de Deus.

Vs:13,14

Moisés não sabia a identidade de Deus. Você não pode representar alguém que você não conhece.

Você precisa saber que Deus está acima de todas as coisas, e que não a nada maior do que Ele.
Conhecer a Deus é conhecer a palavra de Deus, não tem como você dizer que conhece a Deus e não conhecer a palavra de Deus, porque Deus e a sua palavra são um só.
Você precisa saber em qual nome que você está indo. Você está indo no nome do Senhor, então nada poderá te parar e nem te resistir.

Você precisa saber qual a identidade de Deus, e saber que se Ele te chamou, Ele irá te suprir, ele é o seu Pastor, e como a palavra dEle diz, nada te faltará.

5º Não é possível você cumprir o propósito de Deus sem sinais.

Êxodo 4:1-9

Nós não estamos precisando de estratégias e sim de poder de Deus em nosso meio.

O sinal começou com algo que Moisés tinha na mão.

Os sinais na sua vida vão começar porque você é chamado por Deus.

Deus mostra a Moisés pelo menos três sinais: um com relação ao inferno, outro com relação ao homem e outro com relação ao mundo.

O primeiro sinal é com relação ao inferno.

Moisés pegar a serpente pela cauda é fé, porque a serpente era venenosa. Nunca podemos pegar uma serpente pela cauda porque ela irá nos picar.

Mas Deus disse para Moisés pegar pela cauda. Ele precisava de fé no que Deus estava dizendo.

Da mesma forma com relação a Pedro quando disse para Jesus: Sob sua palavra, vou lançar a rede.

Nós precisamos de fé para destruir as obras de satanás, nos precisamos ter fé naquilo que Deus disse que nós estamos nas regiões celestes em Cristo Jesus, acima de todo principado e potestade. (Marcos 16:17-18)

O segundo sinal é com relação ao homem.

A mão ficar leprosa é um sinal com relação ao homem, Deus estava dizendo que nenhuma enfermidade poderá resistir a palavra de Deus.

A palavra de Deus nós diz que no nome dele expeleriamos demônios, curaríamos os enfermos (Mateus 10:7-8).

O terceiro sinal é com relação ao mundo.

As águas se tornarem sangue é um sinal com relação ao mundo. O sistema do mundo não pode nos parar. O Deus deste século não pode nos parar.

O Rio Nilo era reverenciado pelo povo egípcio, como se fosse um deus, o Rio Nilo era a vida do Egito, era a origem do Egito. Esse sinal significava a morte daquilo que dava vida para o Egito e também a morte do Egito.

6º Tirar força da fraqueza.

Êxodo 4:10-11

Deus não curou Moisés da gagueira, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. Nós temos imperfeições, nós não somos perfeitos, mas isso não impedirá o propósito de Deus em nossas vidas.

Se você tem alguma debilidade, saiba que foi Deus quem permitiu essa sua debilidade. E Deus vai te usar com essas debilidades. Não fique justificando o seu fracasso em cima de suas debilidades. A debilidade é o que irá garantir nós de cumprirmos o propósito de Deus, porque iremos depender de Deus.

7º Coragem para enfrentar o problema, o inimigo, a resistência.

Êxodo 4:21

Deus estava dizendo para Moisés: tenha coragem de enfrentar os problemas.

Deus não permite um desafio para te parar.

Só existe uma forma de você levar uma pessoa a atingir o potencial dela. Tirando ela da zona do conforto. Agora você sabe como você tira alguém da zona do conforto. Desafio, a palavra é desafio. O desafio nos tira da zona do conforto e nos leva a atingirmos o nosso potencial. O desafio para Moisés era enfrentar faraó.

8º Ser completamente aliançado com o Senhor.

Êxodo 4:24-26

Moisés foi chamado, mas ele tinha um filho e não o tinha circuncidado. Moisés era circuncidado, mas o filho dele que estava debaixo da responsabilidade dele, não havia sido circuncidado.

Deus iria matar Moisés se ele não tivesse circuncidado seu filho. Sem aliança com Deus não tem como cumprir o propósito de Deus.

Se tivermos falha no caráter, na santidade a unção poderá acabar.

Não podemos perder a aliança. A aliança é que dá continuidade do propósito de Deus. Sem aliança nós não vamos para frente.

Por Diego
Discipulador de Adolescentes e Juvenis

4 comentários: